top of page

O que faz um cirurgião de cabeça e pescoço?

A atenção primordial dos médicos especializados em Cabeça e Pescoço concentra-se no tratamento de tumores, tanto benignos quanto malignos, que se desenvolvem nessas regiões do corpo. Esses profissionais se destacam devido ao seu profundo domínio da anatomia e da fisiopatologia desses complexos segmentos, repletos de uma intrincada rede de nervos, músculos e vasos sanguíneos.

De modo geral, os procedimentos conduzidos pelos especialistas em Cabeça e Pescoço apresentam baixos riscos para os pacientes. No entanto, dado o caráter extremamente sensível dessa área corporal, as cirurgias realizadas nessa especialidade demandam extrema precisão e conhecimento especializado. Tais requisitos são cruciais para prevenir sequelas e evitar a recorrência do problema.


Lesões que afetam as estruturas da cabeça e do pescoço podem acarretar desafios significativos nas atividades cotidianas que consideramos fundamentais. Tarefas tão básicas como falar, comer e se expressar podem ser comprometidas. Além disso, doenças que se originam nessa região, como o câncer, têm o potencial de se disseminar pelo corpo, provocando complicações graves. Portanto, o médico especializado em Cabeça e Pescoço tem como objetivo primordial tratar os pacientes e mitigar o impacto da doença em suas vidas diárias.

Dentre as condições mais frequentemente abordadas por profissionais de Cabeça e Pescoço, destacam-se os nódulos e tumores na glândula tireoide. Além disso, esses especialistas também desempenham um papel crucial no tratamento de tumores que afetam o couro cabeludo, glândulas salivares, cavidade bucal e garganta. Até mesmo casos de câncer de pele que surgem na região da cabeça e pescoço podem requerer a expertise desse profissional altamente qualificado.

Devido a essa diversidade de atuações, a especialidade de Cabeça e Pescoço mantém um estreito relacionamento com diversas outras áreas da Medicina. Isso inclui especialidades como Endocrinologia e Dermatologia, que frequentemente encaminham pacientes com suspeitas ou diagnósticos relacionados a tumores nessas áreas críticas.


Os principais sintomas de que você deve procurar um especialista nessa área são:

Feridas na língua, boca ou garganta com mais de 3 semanas de duração;

Alterações na voz ou na deglutição com mais de 3 semanas de duração;

Aparecimento de nódulos no pescoço.


O que o Médico de Cabeça e Pescoço não atende?

Apesar das atribuições bem definidas, é comum que pacientes ainda se confundam com relação à especialidade de Cabeça e Pescoço. A área não trata, por exemplo, acometimentos cerebrais, como dores de cabeça e enxaqueca. O médico indicado nessas situações é o Neurologista.

Da mesma forma, dores no pescoço (cervicalgias) também não são tratadas pelo profissional de Cabeça e Pescoço. Nesses casos, o especialista mais adequado é o Ortopedista. Desvios de septo nasal e zumbidos no ouvido também não são tratados nesta especialidade, mas pelo Otorrinolaringologista.


Tratamento Precoce

Por se tratar de uma área bastante delicada, os tumores das regiões da cabeça e do pescoço podem ser bastante graves. Apesar dos enormes avanços tecnológicos, os tratamentos, quando realizados em fases avançadas das doenças, podem comprometer seriamente a qualidade de vida dos pacientes. Os prejuízos podem ser estéticos e funcionais.

Por isso, o diagnóstico e o tratamento precoces são fundamentais. Assim, diante de sintomas, procure um médico. O mesmo vale para pessoas que possuem histórico familiar de doenças na região.

E não se esqueça: prevenção também é fundamental. O uso de cigarros, o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e a exposição exagerada ao sol estão entre as principais causas de tumores de Cabeça e Pescoço.



Posts recentes

Ver tudo

Sintomas do câncer de cabeça e pescoço

Frequentemente, os sintomas do câncer de cabeça e pescoço podem se evidenciar por meio de manifestações que impactam os olhos e os ouvidos. Sinais como visão embaçada, persistente dor ocular, olhos av

Comments


bottom of page