Quais aparelhos podem diminuir riscos na cirurgia de tireoide?

〰 Cautério monopolar: utilizado em praticamente todos procedimentos cirúrgicos. Desde que foi introduzido nas cirurgias, melhorou muito o controle de sangramentos. Também é imprescindível na cirurgia da tireoide.

〰 Cautério bipolar: mesmo funcionamento do cautério monopolar, mas dissipa menos calor às estruturas próximas. Muito importante na cirurgia de tireoide, pois esse calor dissipado pode “machucar” estruturas importantes como o nervo da voz, onde não deve ser utilizado o cautério monopolar.

〰 Selador de vasos: pode selar vasos maiores que o monopolar e o bipolar. Permite selar esses vasos e, ao mesmo tempo, cortar. Assim, evita a necessidade de fazer as “amarrações” ao ligar as artérias e veias. Diminui, principalmente, o tempo cirúrgico do procedimento em cirurgias maiores. Apesar disso, alguns trabalhos não mostraram vantagem na sua utilização de rotina. Depende da preferência do cirurgião. Em cirurgias maiores e em casos de hipertireoidismo pode ajudar muito.

〰 Monitor de nervo laríngeo inferior: Permite monitorar o nervo que movimenta as cordas vocais, ajudando o cirurgião a evitar movimentos que possam danificar o nervo durante a cirurgia. Os trabalhos publicados em relação ao seu benefício são controversos. Mas pode ajudar muito em cirurgias difíceis, como casos de câncer invasivo ou glândulas volumosas.


◾ Mesmo com esses aparelhos disponíveis, a escolha da utilização é do cirurgião. Cada cirurgião tem seu método preferido para cada caso.

REDES SOCIAIS

  • Branca Ícone Instagram

HORÁRIOS 

Segunda - Sexta:

8:00 – 12:00 | 13:30 - 18:00

ENDEREÇO

Rua Bento Gonçalves, 801, Consultório 308

Centro, Lajeado - RS, 95900-026

Tel: (51) 3011-0909 

Whatsapp: (51) 99128-7909